Thursday, June 29, 2006

ÁREA DE PROTEÇÃO E MUITO MAIS NO CUMPRIMENTO DA LEI

Toda a área da Mineração Imbaiba foi devidamente estudada pelos experientes geólogos Marcelo Reis e Silvia Regina de Medeiros , a fim de elaborarem o Relatório de Pesquisa Mineral, que resultou na emissão da Portaria de Lavra nº 124/93
Há pouco, a Imbaiba realizou Teste de Bombeamento, na Fonte 5, captada artificialmente, ou seja, através de perfuração.
Os estudos foram realizados pela Sollus , situada na Cidade do Rio de Janeiro.
Também foi elaborado o Estudo da Área de Proteção da Mineração Imbaiba, de autoria da Engenheira Geóloga Maria de Fátima Flavia do Nascimento.
Mais ainda, a Mineração Imbaiba solicitou do Lamin, do CPRM, novo estudo "in loco" da Fonte Nossa Senhora da Conceição e da Fonte 5- conhecida como Fonte dos Principes, o que se realizou com grande êxito, tendo sido constatada a presença, em ambas as fontes, dos elementos flúor e silicio,os quais são importantes para a saúde.
A documentação pertinente foi protocolizada tempestivamente no DNPM, cumprindo-se, assim, exigências formuladas, para a produção de água mineral dentro dos melhores padrões de qualidade.
A cada dia a Imbaiba- embora com grande dificuldade, procede a inovações, pois, para contrariar,acredita que irá conseguir reverter uma situação que lhe está sendo imposta injustamente, e que, em futuro não muito distante, poderá até causar invulgar surpresa, com a realização de outros projetos extremamente importantes, para atender ao que está previsto em sua declaração de missão, de proteger o bem mineral e o meio ambiente, em prol da atual e das futuras gerações.
Quase todo o mundo não acreditava no Fenômeno, mas ele mostrou que umas "gordurinhas" a mais ou a menos, não lhe tiraram as suas características de grande futebolista.
Não vamos "pedalar", nem tirar "gorduras" para vencer: vamos perseverar e acreditar que há um tempo para tudo e que o nosso, graças ao Grande Arquiteto do Universo, que é Deus, chegará na hora certa ,para figurarmos no contexto como uma empresa de valor e que possui uma água de rara qualidade, em todos os sentidos.

Wednesday, June 28, 2006

EXISTE COISA MAIS LINDA?

Fonte N Sra. da Conceição

ÁGUA CLASSIFICADA COMO "ÁGUA MINERAL FRACAMENTE RADIOATIVA NA FONTE", PORÉM CONTÉM SILÍCIO E FLÚOR,SENDO ESPERADA UMA RECLASSIFICAÇÃO. AMBOS OS ELEMENTOS SÃO INDISPENSÁVEIS PARA A SAÚDE

Foto de rara inspiração, cujo autor não

conseguimos identificar.

Monday, June 26, 2006

PETROBRAS DEVE EXPLICAÇÕES...

Na divisa do meu sítio com a sitio do Cardoso, exatamente onde está sendo construido o gasoduto ligando Taubaté ao Terminal da Japerí, os técnicos da Petrobras teriam encontrado um achado arqueológico.
Muitas foram as indas e vindas de arqueólogos da empresa aquele local, mas o pessoal, enfim todos nós, ficamos sem saber a natureza e o valor desses achados.
A Petrobrás deve-nos explicações a respeito, mas não o fizeram até hoje.
Bem que poderiam, pelo menos a título de informação, nos dizer o que acharam verdadeiramente...
Estas afirmações estão embasadas nas visitas que recebemos em nosso sítio de arqueólogos da Petrobras, não sei se eram funcionários ou tercerizados, havendo, inclusive, várias testemunhas de conversas, pedidos para entrar na área, etc.
Será que o DRM está a par deste assunto?
Seria interessante se saber mais, pois me parece que este órgão estadual está empenhado na criação de sítios arqueológicos.
Eram sambaquis ou o quê?
E por quê nada ficamos sabendo? Nós= a comunidade!

MINHOCAS, ARADOS DO SOLO

As minhocas são verdadeiros arados do solo.
Tem agricultor que escolhe o solo onde vão implantar sua cultura, verificando se nele abundam excrementos desses pequenos e rebolativos seres tão importantes, os quais são ricos em cálcio.
As minhocas possuem uma moela, para triturar seu alimento e nessa fisiologia há grande segregação de cálcio, o que é excelente para o solo.
No Rio Nilo, ou melhor, no delta do famoso manancial, as minhocas eram de suma importância para o solo, obtendo-se,por via de consequência, grande quantidade de alimentos.
Nos primeiros anos da década de 70, lá na cidade de Paty do Alferes,a chamada terra do tomate, fomos expositores em curso da Acar/RJ, atual Emater, do tema "Os Microorganismos do Solo", onde enfatizamos a importância das minhocas para a fertilidade do solo.
Combate à danosa prática de queimadas que é muito ruim para sobrevivência das minhocas e de muitos microorganismos do solo,foi outro ponto bastante enfatizado.
Naquele época, o Márcio, um de meus irmãos, deu uma idéia, logo considerada uma louca idéia:colocar minhocas em latinha, para fins de exportação!
Hoje já se faz isso...o que não é tão novo assim..
Na verdade, quando da colocalização da Australia, cujo solo era bastante infértil, os cavalos enviados da Inglaterra levaram ovos de minhocas em suas patas e poucos anos depois houve significativa melhoria em tal solo, pelo menos é o que contou o cientista Voisin em uma de suas muitas e excelentes obras sobre pastoreio rotativo.
A propósito, voce sabe o que é planta pratense ou por que os solos ficam infestados de ervas daninhas? Em breve falaremos sobre esses assuntos: são interessantes e tem que ser divulgados.O que você acha?

ELE JÁ ERA AMBIENTALISTA

Há mais de 60 anos, meu avô materno, uma pessoa incrível, já era ambientalista!
E ele nem se dava conta disso, na sua labuta para proteger as matas e a água da região.
Era avesso às queimadas e adotava, em seu sítio, na Rio-Petropolis, técnicas que hoje são consideradas supermodernas, como o plantio em tabuleiros feitos em curvas de nível, graças ao esforço de seu eficiente empregado, o Aurelino, que comia num alquidá!
As folhas e outros restos vegetais iam direto para um buraco e tempos depois o adubo resultante era usado no plantio de fruteiras de todos os tipos, figo, uva, castanha portuguesa e outras mais e até oliveiras. É claro que não algumas mudas não davam frutos, mas os amigos, filhos, genros e netos podiam aprender sobre a origem de muitas coisas.
Lembro-me que uma vez um garoto, amigo de um de meus tios, foi ao sítio ver onde nascia o abacaxi: ele pensava que era sob a terra...Este garoto é hoje um dos donos de uma famosa univeridade aquí do Estado do Rio.
As mudas vinham de trem de Limeira,SP, para Campos Elíseos. Outras, eram feitas lá mesmo no sítio, e, na época, a gente usava latinhas de óleo, pois inexistiam os saquinhos plásticos.
Bons tempos aqueles que não voltam mais. Seu Adelino era arquiteto-construtor e, como bom portugues, adorava plantar coisas de sua santa terrinha, que hoje faz sucesso nos campos alemães, sob o comando do Filipão, que já está com sotaque de além-mar...

HISTÓRIAS...

Quanto mais vivemos, mais histórias conseguimos acumular. É evidente? É, acho que isso é uma coisa evidente e por aí vamos acumulando experiências: algumas pessoas conseguem até chegar ao grau da sapiência, tornando-se sábias.
Outras, por mais que tentem, não conseguem muita coisa, mas, certamente, não deixam de obter uma dose elevada de conhecimentos, numa quantidade até invejável.
No caso em tela, começamos a gravar no computador umas histórias e já chegamos a um número incrível: nada mais nada menos do que 200 histórias...
Gostaria de contar um delas... Conto, não conto...vou contar, certo de que mal algum irá fazer!
Se não agradar, paciência, pelo menos estou me divertindo com isso.
Na ânsia de vender água e impulsionado pelo incentivo de um amigo, o Wilmar (onde estás?), fomos a uma loja e perguntei pelo proprietário. Um sujeito apontou: é aquele lá. Aquele lá era um portugues magrinho e de bigodinho. Conversava todo faceiro com uma dama e, depois de longo papo, a gente esperando e coisa e tal, fez sinal para que nos aproximassemos. Foi o que fizemos, porém logo fomos contidos com gestos e com a pergunta: qual o assunto? Respondí de pronto que era sobre água mineral... A resposta foi rápida, grossa e imediata: não quero nem saber! Agradecemos a "atenção" e fomos em direção à saída. Aí, escutei o sujeito perguntar: ei amigo, qual é mesmo o nome da água?
Virei-me e, com toda a pose, respondí: é não interessa! E fui embora para nunca mais voltar.
Como errei! Agora que sei um pouquinho de marketing- pelo menos acho- é que me dei conta que errei muito ao dar aquela resposta, uma vez que, ao perguntar o nome da água, aquele potencial cliente luso , devido à sua curiosidade, poderia ter se tornado um dos nossos melhores clientes! Aí é que temos que equilibrar a emoção e a razão...

FLORESTA E ÁGUA

Quem ainda não conhece deveria dar um pulo até a Serra de Friburgo, para ver a incrível floresta absolutamente protegida que encanta os turistas e demonstra como a densa vegetação é capaz de reter e de ceder água, que existe em abundância por aquelas bandas. Com certeza é água de excelente qualidade, haja vista a sua origem, livre de casas, sítios e outros pontos de contaminação ambiental.
Sem exagêro, toda a área, a partir de Cachoeiras de Macacu, até onde tivemos oportunidade de ir, á água é abundante e com certeza devido à grande extensão vegetal, que deve ter uma incrível biodiversidade.
Comparando com a serra da decantada cidade de Campos de Jordão, sem qualquer intuito depreciativo, a de Nova Friburgo dá show em termos de floresta e água. Sem dúvida as duas coisas estão interligadas.
É claro que em Campos de Jordão existem locais lindos e protegidos, como o ponto turístico denominado Chuva de Prata, um jato de água espetacular, dentre outras maravilhas.
Outras áreas do Estado do Rio, como a Serra das Araras, a Serra de Miguel Pereira e as áreas altas de Paty do Alferes, deveriam ter um projeto sério, concreto e real de reflorestamento, a fim de que, dentro de alguns anos, se possa ter algo parecido com as florestas de Nova Friburgo e de Cachoeiras de Macacu. Na verdade, em Miguel Pereira e Paty do Alferes, existem trechos que compreendem a Reserva Biológica do Tinguá, cuja maior porção acredito que fique em Petropolis, onde igualmente há muita água. Mas existe uma extensa área sem cobertura vegetal adequada, ou seja, capaz de reter as águas das chuvas através da infiltração.
Já que falamos em Miguel Pereira, já não é hora de se acabar com aquela lixeira no alto da serra, em Governador Portela, na antiga estrada de ferro que ligava essa cidade à Vassouras, a ex-terra dos barões do café?
A lixeira, situada no cume da serra, com certeza deve estar colaborando para a poluição da bacia Hidrográfica do Rio Guandu.
Vamos seguir o exemplo dos pontos a que nos referimos anteriormente, pois os resultados positivos serão logo apreciados pelo povo.
E se o povo falar bem, lembrem-se de que a voz do povo é a voz de Deus!

Sunday, June 25, 2006

Créditos

A foto do Daniel é de minha autoria. A capa do livro Água Mineral, da Interciência. A foto da montanha azul e a gravura do ciclo hidrológico foram obtidas na internet,porém não sabemos precisar os respectivos autores.

O CICLO HIDROLÓGICO

  Posted by Picasa

DANIEL MAURICIO A VAITSMAN

  Posted by Picasa

CAPA DO LIVRO "ÁGUA MINERAL"

  Posted by Picasa

MONTANHAS AZUIS

  Posted by Picasa

DRM E SEU INFORMATIVO

O Departamento de Recursos Minerais -DRM , do Estado do Rio de Janeiro publica via internet um excelente informativo, sob a responsabilidade do competente Dr. Flávio Erthal.
O DRM conta com uma equipe especial, como os geólogos Aderson Marques, Katia Mansur e outros mais, que asseguram ao Estado o acompanhamento correto das atividades de mineralogia e de arqueologia, dentre outros,em todo o seu território, beneficiando as empresas e a população fluminense.
Com o incremento da produção petrolífera no Estado do Rio de Janeiro, o papel do DRM certamente será preponderante sob diferentes pontos de vista.
No entanto, não basta que o valor deles seja apenas reconhecido, mas que sejam recompensados pelo interesse que sempre demonstram em suas atividades profissionais.

GRAU GEOTERMICO

Não sou geólogo, mas aprecio de maneira especial esta matéria. Assim, lendo um livro aqui e outro alí, descobri que existe o grau geotermico, ou geothermal gradient, que nada mais é, segundo Othon Henry Leonardos e Viktor Leinz, o primeiro professor emérito da UFRJ e o segundo catetrádico de geologia da USP, do que o "Número de metros em profundidade na crosta terrestra, necessários ao aumento da temperatura de 1ºC".
Em cada 33 m de profundidade, a temperatura aumento um grau. Segundo os Mestres acima citados, a antiga Mina de Morro Velho, em Minas Gerais, "apresenta um grau geotérmico médio de 55m, aproximadamente."
Tudo isso está no livro de ambos, intitulado Glossário Geológico,Cia.Ed.Nacional,SP,1971.
Sobre os autores, Josué Camargo Mendes, disse em 1969, que "...são dois nomes intimamente ligados ao progresso das ciências geológicas no Brasil."

CURVAS DE NIVEL

Em quaisquer culturas, e até mesmo em pastagens, é necessário que os terrenos elevados tenham suas curvas de nivel devidamente determinadas, a fim de facilitar a infiltração das águas das chuvas e impedir que as águas que escoem carreiem a matéria orgânica nativa e os adubos químicos e/ou inorgânicos aportados na área.
As curvas de nivel, sob o ponto de vista geológico, define os planos da elevação e se pode, através desse conhecimento, se saber a direção do fluxo da água.
Há algum tempo escrevi um artigo sob esse assunto, o qual foi enviado para a antiga Acar/RJ, que seria a atual Emater, o qual foi considerado de cunho altamente didático, explicando a razão pela qual os bovinos pastam de lado, marcando no solo verdadeiras curvas de nível. Esta maneira de proceder está ligada ao senso de equilíbrio dos animais, segundo o sábio alemão Nushag.

VAMOS VENCER!

Em todo canto brota água, água de qualidade, que muitos teimam e não conseguem denegrir como queriam. Mas que prejudicam, e como! Mas tem um ditado que diz que "não há bem que sempre dure, nem mal que nunca se acabe."
O mal vai acabar uma hora, pois o mal não pode vencer. Como diria um evangélico: Em nome de Jesus o mal não vencerá!
Deus nos dará a força necessária, a perseverança, a paciência para lograr a vitória. Quando estamos pertos de vencer surgem barreiras as vezes colocadas pelo próprio Deus para testar se somos merecedores da vitória!
Mas o leitor deve estar se perguntando sobre o que está havendo...
Não podemos, no momento, revelar tudo o que desejamos, mas podemos adiantar que nos referimos à má vontade e a burocracia existente em muitos órgãos públicos, para impedir o crescimento de quem procura trabalhar honestamente em proveito próprio, é claro, do Estado e do Brasil.
Aprendemos que não devemos desejar ou fazer mal a quem nos deseja ou faz mal, pois o tempo- que é senhor da razão- com as demais forças do Universo, irão, na hora certa, cobrar dessas pessoas um price...que poderá ser caro ou barato, segundo seus merecimentos.
Então, por hora,podemos afirmar que não iremos esmorecer, que iremos lutar com força gigantesca para vencer tais e quais inimigos, custe o que custar.

posted by Mauro S Vaitsmann @ 3:45 PM

0 Comments:
Post a Comment

Links to this post:
<$BlogBacklinkTitle$>
<$BlogBacklinkSnippet$>
posted by <$BlogBacklinkAuthor$> @ <$BlogBacklinkDateTime$>
Create a Link

<< Home

Saturday, June 24, 2006

OURO AZUL

Ouro azul
Ouro azul que brota das entranhas da terra
dos seios das rochas
e nos alivia
nos dá vida, vigor,
vem, flui para o meu corpo
compõe meus órgãos, meu sangue
me faça saudável, mais bonito
da forma que Deus criou.
Ouro azul
és motivo de cobiças
és motivo de guerras
sem voce nem existiriamos
sem voce nada seríamos
por que és a vida.
Queremos viver,
precisamos de tí,
e em troca, o que queres
é tão simples,bem o sabemos,
apenas uma mera proteção,
árvores, pureza,tudo de bom
meio ambiente,a natureza florida
queres mais,
que o homem cuide de ti
para o mundo ficar mais bonito
um jardim colorido pelas flores
e dinâmico com o bater das asas
do beija-flor.
Ouro azul,
brilhas nas taças de cristal,
dá várias cores ao arco-íris,
salva vidas, tantas coisas mais,
mas és tão humilde em outras tarefas,
demonstrando que és singular.
Ficas suja e consegue se depurar
virando vapor, gotículas, chuvas,
à terra retorna, hoje,amanhã, daquí a
milhaes de anos, mas retornas, fiel,
infiltrando-se e purificando nas rochas,
no calor do seio da terra,
vem, volta sempre, esteja sempre presente
que muitos seres estão por aqui
para te proteger.
Em troca, somente queremos viver,
com ou sem borbulhas,
mas com a tua pureza,
com a tua cristalinidade,
no fundo, no fundo, somos você,com seus minerais
e outros que tais...

Água não é tudo igual...

É, de fato, água não é tudo igual, como diz a propaganda da Água Serra dos Órgãos e nem do folheto recentemente lançado pela ABINAM, este para combater a propaganda dos produtores de filtros e bebedouros, que fazem jogo duro em detrimento da indústria da água mineral.
As águas diferem entre sí, embora muitas tenham a mesma classificação, feita pela Seção de Análise de Águas Minerais do DNPM, com sede em Brasília.
Cada água tem seus predicados telúricos, dependendo do local em que afloram.
A água é o principal componentes dos animais e das plantas, chegando a elevados percentuais da ordem de 70 a 80%.
Sem água não há vida como todos sabem.
No entanto, somente nos últimos anos se passou a valorizá-la devido à influência da mídia.
Hoje, um número incrível de pessoas passou a se interessar pelos temas água e meio ambiente, o que é excelente, pois ambos carecem de ampla proteção.
Existe muita gente que ambiciona ter uma fonte de água mineral,vontade muitas vezes advinda da vaidade humana inexplicável, pois existem melhores negócios, negócios de menor risco e por aí afora.
A explotação de uma fonte de água mineral é um negócio de elevado risco, mas não dá um retorno compatível com o tamanho desse mesmo risco.
As empresas multinacionais estão de olho da nossa água, na água do vizinho e por ai afora, mas somente dão valor às marcas que tem alguma influência no mercado. Os pequenos que se ferrem...
Enquanto isso, as fontes vendem garrafões de 20 litros a pífios R$ 0,70, ainda mais no inverno!
A água mineral tem que ser mais valorizada, pois -ao contrário do que se afirma- é difícil operacionalizar uma fonte, devido aos investimentos e ao rigor da fiscalização do DNPM e da Vigilância Sanitária, rigor este em defesa do consumidor.

DAMA- DA- NOITE

Quem ainda não conhece precisa fazê-lo o mais rapidamente possível, a fim de sentir o enebriante perfume da Dama-da-Noite, uma planta que exala um perfume sem igual, singular mesmo, que se espalha por muitos metros de distância do local onde estiver plantada.
É um perfume que se fosse aprisionado num frasco seria de raro valor.
A Dama-da-Noite não é uma planta rara, porém não é muito difundida.
Na Fonte N.Senhora da Conceição, da Mineração Imbaiba, ela está presente, devidamente resguardada, a fim de dar aos visitantes a melhor impressão de um local igualmente aprazível e mesmo quase inigualável, para não ser pretencioso nem tampouco pedante...

As fontes da Imbaiba têm piso,paredes e tetos azulejados, sendo realmente limpíssimos. A área é superprotegida, não havendo casas, nem pontos de poluição no entorno. A Engenheira Geologa, Maria Flavia do Nascimento, fêz um minucioso da área de proteção da fonte, que se encontra devidamente entregue ao DNPM, conforme determinação legal. Neste estudo, até o tempo de permanência da água no subsolo foi objeto de estudo, bem assim possibilidades e probabilidades de contaminação ao longo dos anos.

SORRIR PARA ALEGRAR A VIDA

Vi uma tira de desenho, onde uma empresa de água mineral é toda pintada com a expressão "pet shop"...
Aí aparece uma pessoa perguntando o que estava acontecento e a pessoa perguntou de o garrafão de água era um garrafão ou um aquário, para justificar a pintura...
Acho que esta tira está no site da Associação Brasileira da Indústria da Água Mineral- ABINAM.
A propósito: o próximo Congresso da Água Mineral será em Gramado, na Serra Gaúcha
.

A ÁGUA DA BIQUINHA É SEGURA?

No próspero e aprazível município fluminense de Rio Bonito existem várias fontes de água mineral, a Rio Bonito, do Eduardo, e a Pedra Branca. Na região há muita água, algo comum no nosso Brasil, detentor, sem dúvida, das maiores reservas de água doce do mundo, a exemplo do Aquifero Guarani.
Em Rio Bonito temos lindas cachoeiras e um aprazível local, denominado Caixa D'água, pela abundância do precioso líquido, com piscinas naturais, que são o deleite de adultos e crianças nos dias quentes do ano, pois no inverno é fogo...o frio intenso não permite muitas coisas, como tomar banho em piscinas naturais. Quem o fizer poderá até virar pinguim...
Na Bela Vista, há a conhecida BIQUINHA, uma fonte captada pela Prefeitura, que urbanizou a área, tornando-a bastante aprazível. Nesse local, o povo apanha água.
Mas ninguém sabe dizer sobre seu conteúdo mineral e sua qualidade bacteriológica. Como é uma água muito prestigiada pelo povo, já é hora de se gastar uma "graninha" para aquele fim, ou seja, saber o que a água contém, sob todos os pontos de vista, visando-se a proteção de todos.

SITIO LAGO AZUL:LINDO E MARAVILHOSO

Hoje, como sempre faço aos sábados, voltei ao meu sitio, de nome Lago Azul, em Seropédica, no Estado do Rio de Janeiro.
A área fica às margens do Rio Guandu, importante curso d'água de nosso Estado, com coisas lindas, como o nascer e o poente do Sol se refletindo nas águas avermelhadas e nas sinuosidades do Guandu.
Desde 1982 vimos protegendo a fauna e a flora da área, num intenso combate aos inimigos da natureza, quase diuturnamente à caça de capivaras, micos, pássaros e outros animais que encontram no sítio árvores frutíferas de variadas espécies e olericolas úteis à sua sobrevivência.
A flora sempre é destruida pelo fogo, apesar de nossos ingentes esforços para impedir a devastação ambiental.
Agora a Petrobras está passando um gasoduto na cota mais elevada do sítio e esperamos que de agora em diante haja uma proteção maior , beneficiando a flora e a fauna, inclusive os macro e microorganismos do solo, como as minhocas, um verdadeiro arado, que no delta do Nilo colaboraram para a grandeza do império egípcio e quiçá outras antigas civilizações.
No sítio, descobrimos, em 1984 mais ou menos, uma fonte de água mineral, a qual, anos depois, viria a ser classificada, pelo DNPM, como "água mineral fracamente radioativa na fonte".
Há pouco, o Lamin, do CPRM, o Serviço Geológico do Brasil, determinou que a água também possui flúor e silício.
O primeiro elemento de utilidade já conhecida, em relação à dentição,possuindo mais ação bactericida e bacteriostática, dentre outras aplicações, na dose certa.
O silício, por sua vez, têm também importante papel no organismo humano.
"O principal papel do silício no organismo é no início da calcificação do osso, promovendo a síntese do colágeno.Ele ainda estimula o crescimento, a formação de dentes, unhas e cabelos e ajuda o tônus da pele.Supõe-se que sua carência causa colesterol elevado, dores em geral, artrite, enrugamento da pele, infartos, favorece o câncer intestinal, úlceras que cicatrizam mal, fraturas que não consolidam e diverticulite".A fonte destas informações, encontramos no livro PARA QUE SERVEM OS ELEMENTOS QUIMICOS, de autoria dos professores Delmo Santiago Vaitsman, Júlio Carlos Afonso e Paulo Bechara Dutra , todos do IQ-UFRJ (Fundão). Editora Interciencia,2001.
Então, ãpesar dos problemas, não é bom ter um sítio com tantos predicados?
Há até uns tempos atrás morei na confortável casa -sede, na verdade desde 1991, até vir novamente para a violência urbana...Confesso que as vezes sinto saudades , mas o quê fazer?
Mas, apesar de tudo de bom que temos, como descrito nas linhas acima, tem um monte de gente fazendo restrições ao nosso crescimento: na hora certa temos a certeza de que todos os empecilhos criados serão eliminados e então poderemos ambicionar uma maior felicidade, progresso e prosperidade.

LIVRO ÁGUA MINERAL

Eu e meu irmão Delmo, professor e doutor em Química(Fundão), escrevemos um livro publicado ano passado (2005) pela Editora Interciência, do Rio de Janeiro, sob o título "Água Mineral".
Água Mineral reúne, num volume único, conteúdo fundamental acessível a qualquer cidadão, sobre o precioso bem mineral de origem subterrânea que é a água mineral.
Apresenta de modo objetivo a realidade da distribuição e a possibilidade de exaustão da água no planeta, fenômenos naturais, ciclo hidrológico, formações geológicas aquifereas, origem das águas minerais, fatos importantes e históricos, tipos e classificação de fontes hidrominerais, caracteristicas de espécies químicas presentes neste tipo de água, crenologia, análises químicas e microbiológicas, processos de produção e higiene industrial, aspectos legais e econômicos, referências e apêndices.
Os assuntos abordados formam um conjunto único de informações que certamente contribuirá para o melhor entendimento da importância da água mineral cada vez mais consumida pela população.
Pode-se observar, também, a preocupação dos autores, em demonstrar a importância da preservação do meio ambiente para assegurar à atual e às futuras gerações, água com qualidade independente de sua origem.

SABIÁ...

Sabiá... não, não se iluda, não estamos querendo falar da linda e especial ave que dá seus trinados não apenas ao amanhecer mas durante todo o dia, para alegria de tantos quantos a aprecia. Queremos, na verdade, falar de um outro tipo de sabiá, que hoje possui até outros nomes, como sansão-do-campo, devido a sua "força" de resistência a tudo, até em relação ao fogo que assola as áreas rurais, pela ação de pessoas irresponsáveis, caçadores ! de capivaras que ainda existem às margens do Guandu, sem que o Ibama e outros órgãos tomem as devidas providências, especialmente na região de Japeri, Seropédica e Queimados.
O Sabiá é uma leguminosa especial que floresce muito na região de Seropédica, servindo para a formação de cercas vivas e dando excelentes moirões para fechamento de áreas. É uma madeira de rápido crescimento e dá umas flores brancas e muitas vagens com excelente conteúdo de sementes.
Há muito tempo, conforme lí numa publicação - acho que num calendário agrícola do O Globo- se afirmava que o Padre Cícero dizia há décadas para os seus paroquianos que se eles quizessem salvar o Rio São Francisco, que plantassem na bacia do importante curso d'água uma árvore chamada Sabiá... Como ninguém fêz o que o santo homem sugeriu, o que vemos hoje é a bacia do Rio São Francisco absolutamente degradada.
Mas a sábia idéia bem que poderia ser aproveitada por aqui, plantando-se a leguminosa à beira do Guandu e seus afluentes.

COMITEGUANDU

SE VOCE NÃO SABE, JÁ EXISTE UM COMITE ENCARREGADO DE CUIDAR DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO GUANDU E OUTROS DA REGIÃO: É O COMITE GUANDU, QUE TEM IMPORTANTES AMBIENTALISTAS EM SUA DIREÇÃO EXECUTIVA.

RIO GUANDU

O Rio Guandu abastece parte dos consumidores da Baixada Fluminense e da Capital do Estado, ou seja, o Rio de Janeiro.
A CEDAE gasta uma fortuna com produtos químicos e prestadores de serviços para potabilizar a água que passa por sua estação de tratamento situada na divisa de Queimados e Seropédica.
Isto ocorre devido a quantidade de matéria em suspensão que dá à água a ser tratada uma cor avermelhada.
Não se poderia eliminar isso com um grande projeto de implantação de matas ciliares no Rio Guandu e seus afluentes, como o Rio Santana?
Outra coisa importante: é urgente que as prefeituras do entorno criem meios de tratar o lixo em geral, a fim de que o "sumo" ou o "caldo" da sujeira não flua para a água que quase todos utilizam encarecendo de maneira significativa seu tratamento pela referida empresa.
Ainda, os órgãos sanitários deveriam obrigar os produtores rurais situados no mesmo entorno a cuidarem melhor do esterco e da purina decorrente dos excrementos de seus animais, a fim de que não sejam os mesmos carreados para os rios, especialmente os afluentes do Rio Guandu.